Localidades

Localidades › Dona Castorina

Domingo no Parque

Nestes dias pude perceber na minha rua, situada no Horto Florestal, o considerável aumento do fluxo de visitantes ao Parque Nacional da Tijuca em relação aos anos anteriores. Com isso também aumenta o risco de acidentes, sejam nas estradas de acesso aos mirantes, sejam nas trilhas de acesso às cachoeiras. Para prevenir os riscos se deveria haver uma maior fiscalização nas vias de acesso ao parque nacional da Tijuca com um trabalho de orientação e conscientização para com os visitantes e a coordenação e manutenção no transito de veículos dentro e fora do parque nacional da Tijuca.

Infelizmente não foi o que pudemos presenciar neste verão. Mesmo com o fluxo intenso de pessoas na região não houve uma presença efetiva por parte dos órgãos responsáveis pela fiscalização, manutenção e organização da nossa cidade, o que ocasionou um grande distúrbio e preocupação no local. Um caminhão enguiçou e ficou parado durante horas no meio de uma curva cega na Estrada Dona Castorina perto do portão de entrada do parque nacional da Tijuca e não havia nenhuma equipe de agentes de transito no local do incidente. Como não chegara até então nenhum representante de nenhum órgão responsável pelo transito da cidade no local coube aos próprios funcionários da empresa do caminhão enguiçado tentar orientar o transito sem nenhum equipamento efetivo além de um triângulo na traseira do veículo e suas próprias mãos para sinalizar aos carros e pedestres. Carros estacionados nas portas das casas também trouxeram muito transtorno e desordem.

Para reforçar a situação muitos visitantes se encontravam em dúvidas quanto a localização da “tão anunciada” cachoeira do Horto e dos mirantes do parque nacional da Tijuca, cabendo aos moradores da região do Horto Florestal orientar os visitantes sobre as direções das cachoeiras e conscientiza-los sobre os cuidados a serem tomados em cada trilha.

Vemos a falta de um olhar mais sensível dos administradores dos órgãos públicos e privados que estão envolvidos na promoção, organização e administração da cidade do Rio de Janeiro para uma melhor utilização dos patrimônios de nossa cidade por todos. Se faz necessária uma maior conscientização de utilização dos espaços na cidade. É dever de todos os governos fomentar a utilização destes espaços mas, também é dever de todos os governos conscientizar as pessoas e fiscalizar o modo como estes espaços e patrimônios são utilizados e administrados. É preciso pensar a nossa cidade e o mundo com mais humanismo e respeito.

Emerson de Souza (Coordenador do Museu do Horto)


Matérias em: Cachoeiras

Domingo no Parque

Temas: Suportes:
Domingo no ParqueNestes dias pude perceber na minha rua, situada no Horto Florestal, o considerável aumento do fluxo de visitantes ao Parque Nacional da Tijuca em relação aos anos anteriores. Com isso também aumenta o risco …

Domingo no Parque

Temas: Suportes:
Domingo no Parque Nestes dias pude perceber na minha rua, situada no Horto Florestal, o considerável aumento do fluxo de visitantes ao Parque Nacional da Tijuca em relação aos anos anteriores. Com isso também aumenta o risco de acidentes, sejam nas estradas …